Capitais mais visitadas do Nordeste

Praticamente todas as capitais do Nordeste são fortes centros turísticos; qual delas escolher?

Evidentemente, diversos fatores influenciam nessa escolha, mas há um fator puramente objetivo: o número de visitantes de cada capital.
Esse número indica, por exemplo, a capacidade que a cidade tem de acomodar hóspedes e, indiretamente, a atratividade que a cidade exerce sobre os viajantes.

Assim, a título informativo (sem a pretensão de tirar qualquer tipo de conclusão), vão abaixo as estatísticas fornecidas pela Infraero sobre o número de passageiros que desembarcaram nos aeroportos do Nordeste, no período de janeiro a julho de 2009.

O aeroporto mais movimentado do Nordeste foi o de Salvador, onde ocorreram mais de 3.700.000 embarques e desembarques nacionais e pouco mais de 200.000 internacionais.

O segundo mais movimentado foi o do Recife, com 2.800.000 movimentos nacionais e 130.000 internacionais.

Em terceiro lugar, Fortaleza, com 2.200.000 movimentos nacionais e 127.000 internacionais.

Com isso, Recife consolidou sua posição de segunda capital nordestina a receber mais turistas. Salvador há tempos é a líder, mas em anos recentes houve uma árdua disputa entre Fortaleza (que ocupou a vice-liderança no início desse milênio), Natal (que chegou a aproximar-se de Fortaleza há uns quatro ou cinco anos) e Recife (que, graças a um extraordinário trabalho de marketing turístico, assumiu a vice-liderança).

Natal, por outro lado, tem experimentado sucessivas quedas; esse ano, até julho, houve 990.000 movimentações domésticas e 75.000 movimentos de estragneiros.

O aeroporto de Maceió tem sido um dos que mais crescem em movimentado doméstico, com mais de 600.000 movimentações; como, entretanto, a cidade nao tem conexões internacionais, o movimento de estrangeiros é baixo, com menos de 10.000 passageiros (todos provenientes de voos charters).

João Pessoa tem ainda poucos voos domésticos; houve 318.000 desembarques nacionais, mas para se dimensionar corretamente o fluxo turístico deve-se somar o grande número de pessoas que desembarcam em Recife ou Natal e daí seguem por terra até João Pessoa.

Em Aracaju, houve 400.000 desembarques nacionais; em Sao Luís, 529.000. O aeroporto de Noronha não é operado pela Infraero, e por isso não há estatísticas disponíveis.

Anúncios
Esse post foi publicado em fortaleza, joao pessoa, natal, noronha, recife, turismo e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s